• 21/05/2024

O transporte de longa distância exige um cuidadoso planejamento prévio. Afinal, nada é mais frustrante do que interromper uma viagem devido a situações evitáveis. Neste artigo, apresentaremos de forma detalhada três estratégias para evitar contratempos durante o transporte.

1 – Observe a documentação de transporte necessária

Cumprir as regulamentações legais é fundamental para assegurar uma viagem de longa distância tranquila e evitar problemas com as autoridades. As consequências da falta de regularização podem variar desde multas até a apreensão do veículo.

Um documento essencial durante o transporte é o Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV). No entanto, obter essa licença exige estar em conformidade com diversos requisitos e apresentar outros documentos importantes, tais como:

  • Carteira Nacional de Habilitação (CNH);
  • Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam);
  • Comprovante de pagamento da taxa de licenciamento;
  • Quitação do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA);
  • Comprovante de pagamento do seguro obrigatório DPVAT (Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre);
  • Regularização de multas pendentes;
  • Certificado de Segurança Veicular (CSV), no caso de veículos movidos a gás.
  • Exame Toxicológico dentro do prazo;

Recomendamos a utilização da versão eletrônica do CRLV (CRLV-e). O processo de emissão, especialmente para empresas de transporte (pessoas jurídicas), pode ser realizado através do portal do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). Além disso, o transporte de cargas demandará documentação específica, e fornecemos informações detalhadas sobre esse tópico.

O transportador deve também manter certificações em dia. O Registro Nacional dos Transportadores Rodoviários de Cargas (RNTRC), por exemplo, é um certificado obrigatório para empresas de transporte, emitido pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Para o transporte de produtos químicos regulamentados pelo Exército Brasileiro, é necessário possuir o Certificado de Registro do Exército. A Anvisa autoriza a movimentação de insumos farmacêuticos, medicamentos, cosméticos, saneantes, artigos de higiene e perfumes. No caso de transporte de materiais perigosos, como substâncias inflamáveis e tóxicas, será essencial obter autorizações da Polícia Civil, Polícia Federal e Ibama.

2 – Garanta a Manutenção Regular do Veículo

Antes de iniciar sua viagem, é crucial realizar uma inspeção completa no caminhão. Avalie as condições gerais do veículo, incluindo pneus, freios, sistema elétrico e níveis de fluidos. Manter uma rotina de manutenção é de extrema importância, combinando abordagens preditivas e preventivas.

A abordagem preditiva consiste em analisar o veículo em seu estado atual, desconsiderando um cronograma fixo de substituições e manutenções conforme indicado pelo fabricante. Em vez disso, foca na avaliação da eficiência das peças, independentemente do tempo de uso.

Já a manutenção preventiva visa evitar a ocorrência de problemas. Isso envolve a avaliação das peças com base em intervalos de tempo predefinidos para identificar aquelas que estão sofrendo desgaste. A substituição é realizada assim que componentes desgastados são detectados, já que peças danificadas podem comprometer todo o sistema.

Vale ressaltar que a manutenção corretiva, sendo mais dispendiosa e emergencial, deve ser considerada apenas como último recurso, quando todas as outras opções se esgotarem.

3 – Planeje o Itinerário para Viagens de Longa Distância

Aproveite a tecnologia para otimizar suas rotas. Ferramentas como os roteirizadores de entregas são softwares eficazes na definição de trajetos inteligentes em questão de segundos. Incorporar soluções digitais não apenas economiza tempo e recursos, mas também eleva a produtividade de sua empresa.

Além disso, é possível estabelecer prazos precisos com base na rastreabilidade dos pedidos. Considerando as condições de tráfego e das vias, você pode evitar atrasos indesejados. Antes de despachar o veículo, selecione com atenção a rota mais apropriada. Se necessário, identifique pontos estratégicos de apoio para garantir a segurança durante as paradas obrigatórias. Vale mencionar a importância de sempre contar com um seguro de carga.

Esperamos que, com nossas sugestões, suas viagens de longa distância transcorram sem complicações. Mesmo em caso de imprevistos, um planejamento bem estruturado proporcionará a tranquilidade necessária para enfrentar qualquer situação.