• 21/05/2024

No setor de logística, especialmente no campo dos transportes, o conceito de cubagem de carga desempenha um papel fundamental no cotidiano dos profissionais da área. No entanto, muitos gestores ainda não compreendem totalmente o que essa cubagem representa e qual a sua relevância para as operações de suas transportadoras.

Compreender o significado da cubagem, sua importância, o impacto no cálculo do frete e, sobretudo, como realizar esse cálculo, é essencial para garantir o bom funcionamento das operações de transporte, impulsionar a lucratividade do negócio e assegurar o sucesso do planejamento logístico. Neste artigo, apresentaremos todas as informações necessárias para que você possa calcular a cubagem das cargas a serem transportadas por sua transportadora. Continue a leitura e aprofunde seus conhecimentos sobre o assunto!

O que é cubagem de carga?

A cubagem de uma carga é a medida que estabelece a relação entre o peso de uma mercadoria e o volume que ela ocupará dentro do veículo de transporte ou do espaço destinado ao seu armazenamento. O cálculo dessa relação envolve o uso do fator de cubagem, o qual será abordado detalhadamente no decorrer deste artigo.

Qual a importância da cubagem de carga?

O objetivo do cálculo de cubagem no setor de transportes é otimizar a utilização da capacidade de carga de cada modal de transporte, levando em consideração tanto o espaço ocupado quanto o peso das mercadorias.

Em resumo, a cubagem assegura um equilíbrio no transporte de cargas. Quando esse cálculo é negligenciado, pode ocorrer o transporte de cargas com peso superior à capacidade do veículo, o carregamento excessivo de peso em um espaço reduzido ou a ocupação de um grande volume com cargas leves.

Isso contribui significativamente para que as empresas aprimorem a eficiência no carregamento de cargas e façam um planejamento financeiro mais preciso, já que a precificação do frete se torna mais justa e adequada.

Abaixo um exemplo prático do uso da cubagem.

Um exemplo prático ilustra de forma clara a importância da cubagem: comparar o transporte de 10 toneladas de algodão com 10 toneladas de metal. No primeiro cenário, as 10 toneladas de algodão ocuparão um volume consideravelmente maior em comparação com as 10 toneladas de metal, o que implica a necessidade de mais caminhões para efetuar o transporte.

Por outro lado, embora o volume da carga de metal seja menor, não seria apropriado transportá-la com apenas um veículo, pois isso poderia exceder o limite de peso e prejudicar tanto a carga quanto o veículo. Além disso, o espaço não seria utilizado de maneira eficiente.

A abordagem ideal nesse caso seria realizar viagens de carga mista, com o cálculo de cubagem desempenhando um papel crucial na otimização da distribuição das cargas. Isso garantiria que a relação entre volume e peso fosse apropriada para cada operação de transporte.

Qual a maneira correta de calcular a cubagem da carga?

Para calcular a cubagem de uma carga, é fundamental compreender os conceitos subjacentes, nomeadamente o fator de cubagem e o peso cubado.

O que é o fator de cubagem?

Este fator representa uma constante que indica a cubagem ideal do veículo de transporte e equivale à capacidade de peso por metro cúbico (m³) disponível no espaço do veículo. Sua fórmula é simples:

Fator de cubagem = capacidade em kg / volume em m³

Por exemplo, imagine uma frota de caminhões com uma capacidade de 15 mil quilos e um volume de 50 metros cúbicos. Nesse caso, o fator de cubagem seria de 300 kg/m³.

É importante observar que cada modal de transporte possui diferentes capacidades e volumes, portanto, esse valor deve ser calculado de acordo com o tipo de veículo utilizado. A Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística (NTC & Logística) oferece algumas constantes típicas para diferentes modais, como:

Rodoviário: 300 kg/m³

Aéreo: 166,7 kg/m³

Marítimo: 1.000 kg/m³

O que é peso cubado?

Este valor, expresso em quilos, reflete o volume ocupado por uma mercadoria no veículo de transporte. Ele é crucial para determinar o frete, uma vez que compara o peso real com o peso cubado. O cálculo do peso cubado segue a seguinte fórmula:

Peso Cubado = comprimento x largura x altura x fator de cubagem

Por exemplo, ao calcular uma caixa com dimensões de 70cm x 50cm x 40cm transportada por um caminhão, o cálculo seria o seguinte: 0,70 x 0,50 x 0,40 x 300 = 42 kg. Este valor é fundamental para o cálculo do frete.

No entanto, é importante notar que esses conceitos podem suscitar dúvidas na prática, principalmente em operações envolvendo o transporte de cargas fracionadas, que consistem em produtos com diferentes formatos e destinos, e no transporte de cargas líquidas, onde as mercadorias são transportadas em tanques.

Como realizar o calculo da cubagem de cargas fracionadas?

No contexto de cargas fracionadas, o fator de cubagem não segue uma regra rígida; pelo contrário, é aconselhável utilizar estimativas menores. Por exemplo, no transporte rodoviário, é recomendável empregar uma densidade média de 250 kg/m³ ou 200 kg/m³ em vez do valor padrão de 300 kg/m³.

Essa prática se justifica devido à natureza das cargas fracionadas, que apresentam uma ampla gama de dimensões e formatos impossíveis de serem acomodados de maneira perfeita em um único veículo. Como resultado, essas cargas deixam espaços vazios, os quais devem ser considerados ao calcular a cubagem.

Como tratar a cubagem de cargas líquidas?

No caso de cargas líquidas, é aconselhável que os tanques sejam preenchidos quase completamente com o líquido, permitindo assim que as dimensões dos tanques correspondam à densidade real dos produtos transportados.

Essa prática proporciona uma maior estabilidade ao veículo, eliminando a necessidade de calcular a cubagem. No entanto, se a carga tiver uma densidade mais baixa, pode ser necessário aplicar o fator de cubagem ao calcular o preço do frete, como forma de compensação.

Impacto da Cubagem no Custo do Frete.

Basear a cobrança de frete exclusivamente com base nas dimensões ou peso de uma carga resultará em tarifas inadequadas. É essencial considerar o peso cubado e fixar o preço do frete com base no valor mais elevado entre o peso real e o peso cubado.

Imagine uma carga relativamente leve, porém de grandes dimensões. Nesse cenário, múltiplos veículos serão necessários para transportá-la, e a transportadora enfrentará prejuízos, uma vez que o frete não será suficiente para cobrir os custos.

No exemplo mencionado, se a mercadoria possui um peso cubado de 43,2 kg, mas um peso real de apenas 10 kg, o valor mais elevado deve ser utilizado ao cotar o frete, levando em conta também o volume.

O inverso também se aplica: considere mercadorias com um peso cubado de 4 kg/m³, mas um peso bruto de 18 kg. Ao encher o caminhão com uma carga muito pesada, porém de pequeno volume, o espaço não será aproveitado de forma eficiente.

Além disso, ultrapassar o peso máximo permitido resultará em um desgaste maior do veículo. Em ambos os casos, o valor do frete não cobrirá os custos do envio. Esses exemplos destacam a importância da cubagem para cargas volumosas.

A maneira mais eficaz de calcular a cubagem no cotidiano de uma transportadora é utilizar um software de gestão de transporte de cargas. Com um programa desenvolvido especialmente para administrar operações de transporte, é possível eliminar erros, retrabalho e prejuízos com frete.

Conclui-se, portanto, que o cálculo da cubagem de carga é de extrema relevância para garantir a cobrança adequada de tarifas de frete e otimizar a utilização de veículos, reduzindo a ociosidade da frota, a necessidade de manutenção e outros problemas relacionados.