• 21/05/2024

A Black Friday é um evento que surgiu nos Estados Unidos e rapidamente se disseminou pelo mundo, impulsionado em grande parte pelo comércio eletrônico. E o que é fundamental para o sucesso do comércio online? Sem dúvida, as empresas de transporte desempenham um papel crucial! É por isso que elaboramos este artigo para fornecer dicas sobre como as transportadoras podem se preparar para a Black Friday. Continue a leitura e aproveite ao máximo esse período tão importante!

O que é a Black Friday e qual é a sua origem?

O termo em inglês “Black Friday” é traduzido literalmente como “sexta-feira negra”. Embora a origem exata desse nome seja incerta, tudo indica que está relacionada à última sexta-feira de novembro, quando os americanos tradicionalmente fazem suas compras, resultando em um intenso tráfego de carros e multidões nas ruas e lojas, levando os comerciantes a apelidarem o dia de sexta-feira negra.

Além disso, a prática de conceder descontos aos consumidores se disseminou, possivelmente devido à concorrência acirrada entre as lojas, espalhando o fenômeno por todo o mundo.

No Brasil, embora o evento seja menos consolidado, os comerciantes, principalmente no comércio online, costumam oferecer diversas promoções para atrair mais clientes e aumentar as receitas.

Esse fenômeno impacta diversos setores da economia, com destaque para o transporte rodoviário, que é o foco deste texto.

10 dicas para gerenciar o aumento da demanda durante a Black Friday.

Previsão de Demanda

Embora seja desafiador prever com precisão o desempenho do mercado e o entusiasmo dos consumidores para as compras em um determinado ano, existem maneiras de melhor avaliar a demanda potencial:

  • Consulte o histórico de anos anteriores para identificar tendências de aumento da demanda.
  • Mantenha um diálogo com os clientes para saber se eles antecipam um aumento nas vendas durante o período ou planejam promoções que possam impactar as entregas.
  • Esteja atento às tendências do setor por meio de conversas com colegas e pesquisa.

Contratação Temporária

Considere a contratação de mão de obra temporária para atender ao aumento da demanda durante o período de fim de ano. Isso pode incluir a contratação de motoristas, auxiliares de carga e descarga e pessoal administrativo. Você pode optar por colaboradores temporários, motoristas autônomos, ou até mesmo o aluguel de veículos.

Treinamento

É fundamental assegurar que toda a equipe, incluindo funcionários temporários, estejam devidamente treinados quanto aos procedimentos e políticas da empresa. Isso não apenas reduzirá erros, mas também aprimorará a eficiência operacional. O treinamento desempenha um papel crucial na manutenção de um alto padrão de serviço, mesmo diante do aumento da demanda por entregas.

Lembre-se de que tanto pessoas quanto empresas que nunca utilizaram seus serviços podem recorrer a eles durante esse período, e a qualidade do atendimento pode transformá-los em clientes regulares.

Manutenção dos Veículos

A manutenção de veículos é sempre uma prioridade, pois negligenciá-la pode acarretar custos significativos. Em tempos de agitação devido a promoções e compras de final de ano, é ainda mais crucial garantir que os veículos estejam em excelente estado de funcionamento para evitar atrasos.

Quem nunca deixou de atender a um barulho estranho ou adiou uma manutenção preventiva e no fim isso acabou se transformando em uma bela dor de cabeça? Para evitar problemas, a prevenção é a chave.

Capacidade de Armazenamento e Gerenciamento de Estoque

Com o aumento no volume de pedidos e entregas, dependendo do modelo de negócios da sua transportadora, pode ser benéfico considerar o aumento temporário da capacidade de armazenamento para acomodar a demanda adicional.

Roteirização

Otimize as rotas de entrega para reduzir o tempo na estrada e assegurar entregas pontuais. Planeje com antecedência rotas alternativas que possam servir como plano B em caso de imprevistos.

A utilização de um sistema eficiente de roteirização de entregas é uma boa prática, não apenas para aprimorar o controle das operações, mas também para melhorar a comunicação com os clientes. Aliás, essa é a nossa próxima dica.

Comunicação com Clientes

Reforce seus canais de comunicação com clientes e equipe, pois isso desempenha um papel crucial na gestão de situações imprevistas, ajustes de rotas e manutenção da transparência. Além disso, é essencial manter a sinceridade com os clientes e evitar a promessa de prazos que não podem ser cumpridos.

A gestão da comunicação está estreitamente ligada à roteirização e ao rastreamento de entregas. Se os clientes estiverem cientes do status de suas entregas, eles podem evitar contatos desnecessários. Da mesma forma, como gestor, ter conhecimento sobre a localização das mercadorias permite uma comunicação mais transparente com os clientes.

Preparação para Contingências

Esteja preparado para lidar com situações inesperadas, como danos, acidentes, greves ou condições climáticas adversas.

Infelizmente, eventos imprevisíveis podem ocorrer, e é sensato ter um plano alternativo em vigor. Além disso, é importante verificar as apólices de seguro de carga, que não só são obrigatórias no setor de transporte, mas também podem cobrir prejuízos.

Ajustes Financeiros

Assegure-se de que a sua estrutura de preços esteja devidamente atualizada para refletir quaisquer custos adicionais que possam surgir durante este período. Considere, por exemplo, a possibilidade de ajustar os preços para entregas mais rápidas.

Feedbacks

Após a Black Friday, promova uma reunião com a equipe para avaliar os pontos positivos e identificar áreas que precisam de melhorias. Esse processo será valioso na preparação para o próximo ano e para outros períodos de alta demanda.

Tecnologia a seu favor!

Aproveite a tecnologia como uma aliada para enfrentar o aumento da demanda. Se ainda não possui um Sistema de Gestão de Transporte (TMS) na sua empresa, considere a aquisição deste sistema nesta fase.

Um TMS desempenha um papel essencial na gestão abrangente do seu negócio, indo além da mera emissão de documentos fiscais obrigatórios, abrangendo aspectos como gestão da frota, armazenamento, finanças e muito mais.