Fazer um bom planejamento logístico é muito importante para que a empresa entregue seus produtos sem nenhum dano aos clientes e preste um ótimo serviço. Isso ajuda a aumentar as chances de fidelização e os lucros do negócio.

Não se pode esquecer que o processo de entrega tem um papel muito importante para satisfazer o consumidor. Se ele estiver bem redondo, a empresa consegue atender os prazos e diminuir os gastos com combustível, por exemplo.

Quer ter um planejamento logístico de alta qualidade? Descubra 5 dicas para que o seu roteiro de entregas seja mais eficiente!

1. Fique alerta às paradas próximas

Para preparar seu roteiro de entregas, você precisa olhar com cuidado todas as paradas que ficam próximas umas das outras. Assim, o motorista aproveita melhor as rotas e pode reduzir o tempo de tráfego entre elas.

Enfim, é importantíssimo despachar os veículos com as cargas certas e organizadas de um jeito que facilite a retirada, pensando na ordem dos destinos que vão ser visitados.

2. Inicie pela parada mais distante

Outra forma de melhorar o seu roteiro de entregas é começando pela parada mais distante do centro de distribuição ou do armazém da empresa.

Organize a lista com todos os pontos de entrega e agrupe as paradas próximas, pensando na capacidade de carga do caminhão que vai fazer a rota.

Fazer isso também ajuda, pois diminui as distâncias que serão percorridas e os prazos de entrega.

3. Combine as coletas nas rotas de entrega

Enquanto o caminhão segue o roteiro de entregas, ele também deve verificar as coletas. Isso é melhor que ele entregar primeiro todas as encomendas e, só então, sair coletando o que precisa.

Se ele aproveitar o trajeto para fazer a coleta pode reduzir os custos evitando passar duas vezes pelo mesmo lugar.

Mas, para essa dia funcionar, não esqueça de pensar nos seguintes pontos:

  • o tipo de veículo que vai ser usado;
  • o tamanho das cargas que vão ser entregues e recebidas;
  • as possíveis dificuldades e cuidados extras com algumas mercadorias transportadas.

4. Elabore um roteiro de entregas todas as semanas

O melhor é elaborar um roteiro de entregas todas as semanas, pois será preciso fazer paradas diferentes a cada dia da semana. Portanto, o gestor e sua equipe devem se programar semanalmente, separando os roteiros e combinando os destinos.

5. Use os maiores caminhões disponíveis

O ideal, sempre que possível, para melhorar ainda mais o roteiro de entregas, é usar um veículo que seja realmente grande e que aguente toda a carga necessária para fazer as paradas em rota.

Essa é mais uma forma de diminuir as distâncias e o tempo de entrega.

6. Procure formas alternativas de entrega

Não deixe de pensar alternativas de entrega, para as paradas que fiquem muito fora do roteiro de entregas. Essa dica pode ser usada em cargas com volume menor, que transportadoras terceirizadas ou até mesmo um carro menor (ou uma moto) podem entregar.

7. Automatize o roteiro de entregas

Automatizar nada mais é que usar programas de computador para preparar o roteiro de entrega automaticamente. Isso é muito mais eficiente que fazer tudo somente de cabeça. Afinal, a tecnologia existe para:

  • diminuir trabalho;
  • oferecer melhores resultados;
  • reduzir custos;
  • melhorar a qualidade dos serviços;
  • facilitar a rotina.

Os programas chamados de roteirizadores de entregas são capazes de traçar rotas de forma automática. Eles fazem isso buscando sempre preparar uma rota segura, rápida e econômica.

Por meio de cálculos precisos, o sistema pode definir as melhores rotas a partir dos pedidos dos clientes. Ele faz o roteiro de entregas com base nos veículos disponíveis e distribuindo as cargas da melhor forma possível. Dessa maneira, o roteirizador contribui incrivelmente para diminuir os custos operacionais.

Ele padroniza os processos, reduzindo muito os riscos, as possibilidades de desvios de rotas, as entregas erradas ao cliente e todos os imprevistos a que está sujeito o caminhão e sua carga.

Já usa sistemas para elaborar o roteiro de entregas da empresa na qual trabalha? Aproveite e veja algumas dicas de como melhorar a sua gestão de transporte.

Comments

comments