• 20/04/2024

Assim como é importante a manutenção periódica de alguns itens do veículo, como freios, suspensão e motor, a calibragem dos pneus também deve ser observada. Além de contribuir para a vida útil dos veículos, os pneus em bom estado auxiliam na economia de combustível e, claro, na prevenção de acidentes.

Quer saber mais dicas e cuidados que se deve ter com a calibragem de pneus? Então continue a leitura!

Qual a calibragem correta dos pneus?

Quando os pneus estão descalibrados, eles perdem a aderência com o solo. Desse modo, há um grande aumento na distância percorrida em casos de frenagens bruscas, além de maior risco de aquaplanagem quando a pista está molhada.

Para que isso não ocorra, não basta calibrar os pneus quando necessário: é preciso também usar a pressão correta.

É muito comum levar o veículo até o posto de gasolina ou oficina e questionarem se a calibragem será de 28 ou 30 libras. Entretanto, mesmo com a experiência dos profissionais, é necessário verificar essa informação no manual do proprietário.

Há também um selo no próprio veículo informando a calibragem correta. Ele geralmente se encontra na parte interna da porta, perto do pilar de segurança.

Como realizar a calibragem dos pneus?

Você mesmo pode realizar a calibragem de pneus: após verificar no manual a pressão correta, basta ir a um posto de combustível e digitá-la na bomba de ar. Depois é só retirar a tampa que envolve a válvula, colocar a mangueira de ar e esperar apitar.

Quando for fazer a calibragem, os pneus precisam estar frios, certo? Ou seja, você poderá fazer um percurso máximo de 3 km até o posto. Se isso não for possível, você deverá acrescentar algumas libras na pressão. No entanto, é necessário confirmar, também no manual do proprietário, se essa prática pode ser realizada nos pneus em questão.

Com qual frequência deve ser realizada?

Muitos motoristas esperam para calibrar os pneus quando eles estão murchos, o que é um grande erro! Como a necessidade de calibragem nem sempre é visível, é preciso ter esse cuidado frequentemente, mesmo sem o pneu apresentar qualquer tipo de problema superficial. Confira a periodicidade com que ela deve ser feita:

  • veículos em condições normais de uso: a cada 15 dias;
  • veículos que normalmente trafegam grandes distâncias: a cada 500 km, caso percorra essa distância antes dos 15 dias;
  • veículos que trafegam pouco: a cada 30 dias.

Como saber se os pneus estão descalibrados?

Como falamos há pouco, boa parte dos motoristas acreditam que apenas o visual murcho dos pneus é que significa que ele está descalibrado, quando, na verdade, há outros sinais que podem estar relacionados a isso:

  • volante mais pesado, pois o pneu murcho aumenta o contato com o solo;
  • volante puxando a direção para algum lado, quando há muita diferença na pressão entre pneus do mesmo eixo;
  • volante mais leve, quando os pneus estão com excesso de pressão;
  • carro duro e trepidando bastante, também no caso de pneus com excesso de pressão.

Viu como é fácil fazer a calibragem de pneus? Não deixe de fazer essa manutenção simples que evita uma série de problemas!