A carga fracionada é uma modalidade de frete em que a mercadoria transportada comporta uma parte da capacidade do veículo. Já a carga lotação, por outro lado, é o formato de frete em que a carga ocupa a capacidade total do caminhão — ou nos casos em que a carga precisa viajar sozinha.

Dessa forma, o tipo de cotação a ser feita depende do objetivo da empresa e do cliente final. Cada modalidade de frete oferece uma gama de vantagens e desvantagens ao embarcador e é preciso ter ciência de que ele escolherá baseado em suas vantagens.

Por isso, nós separamos uma lista com algumas diferenças entre os dois modelos aqui citados. Assim você poderá entender melhor as vantagens de cada opção e orientar melhor o seu cliente. Acompanhe!

Obrigatoriedade do Vale-Pedágio

Uma questão burocrática que é preciso ter atenção, inclusive para evitar multas, é o Vale-Pedágio obrigatório. Segundo a Lei nº 10.209, de 23 de março de 2001, o embarcador deverá pagar antecipadamente os pedágios e fornecer o comprovante ao transportador rodoviário.

Entretanto, essa lei só é aplicada no caso de carga lotação. Quando o embarcador opta pelo frete de carga fracionada, o custo do Vale-Pedágio obrigatório recai sobre a transportadora ou o autônomo contratado.

Cobertura geográfica

Quando é feita a contratação de frete fechado, o transportador vai se dirigir do local de embarque ao de entrega, sem variar muito sua rota. Nesse caso, é importante deixar espaço para que o cliente escolha qual caminho deve ser feito.

Por outro lado, a carga fracionada pode cobrir apenas uma parte da distância entre embarque e entrega, o que oferece o risco de serem necessários dois fretes para que a encomenda chegue ao destino. Nesse caso, vale a pena alertar ao embarcador sobre esse tipo de prática.

Rotas de entrega

Ao ofertar a carga lotação, o cliente poderá elencar alguma rota preferencial. É possível estipular o caminho que será usado e quais vias de pedágio devem ser acessadas. Isso dá mais segurança para a carga e, ao mesmo tempo, permite mensurar o tempo de entrega e evitar atrasos.

Diferentemente disso, ao contratar a carga fracionada o cliente solicita uma parte da lotação do caminhão, ou seja, é possível ter vários clientes em um mesmo frete. Isso significa que a rota de entrega varia, já que todas as mercadorias precisam chegar ao seu ponto de entrega.

Custo do frete

Com relação ao valor do frete, é preciso estabelecer a diferença entre preço e custo. A carga lotação apresenta custo menor de transporte, apesar de ter o preço mais elevado. Isso acontece porque ao locar um veículo inteiro, é possível transportar muitas mercadorias de uma vez e isso permite que o preço de transporte por item seja menor do que enviar os produtos separadamente. Nesse caso, o custo da carga lotação é menor para a transportadora e essa diferença pode ser repassada ao cliente, para tornar a modalidade mais atrativa.

Segurança da mercadoria

Como já falamos, optar pela carga lotação é, também, optar pela rota de transporte que será feita. Assim, os clientes podemos evitar vias com grandes índices de acidentes e assaltos, garantindo mais segurança aos produtos transportados.

Como a carga fracionada não oferece esse benefício, a roteirização é um diferencial para a atração dos embarcadores. Além disso, é de suma importância que sejam elencadas formas de acompanhar o transporte da mercadoria e passar essas informações ao cliente, para que seja possível analisar o tempo de entrega, as rotas e a garantir a satisfação na entrega.

A decisão sobre qual o melhor modelo de transporte vai depender da forma como a empresa trabalha. Apesar de a carga lotação ser um modelo eficiente de transporte e ter várias vantagens, nem sempre ele é aplicado ao modelo de negócio de uma empresa. Por esse motivo, a carga fracionada é, apesar das desvantagens, um modelo de frete viável, prático e eficiente — ele só requer um pouco mais de atenção e cuidado.

E aí, já decidiu qual é a melhor forma de fazer o transporte das mercadorias de sua empresa? Então dê um pulinho no Facebook e curta nossa página! Por lá você fica sabendo sobre os novos materiais que produzimos!

Comments

comments