Você já ouviu falar sobre o consumidor 2.0? Então chegou a hora de conhecê-lo. Com os smartphones e todos os aplicativos que os acompanham, houve uma mudança muito grande na forma como os consumidores se relacionam com as empresas. Hoje, eles são ainda mais ativos e, além de exigirem uma presença mais marcante das organizações, podem ser verdadeiros promotores ou detratores de uma marca.

Claro que todos nós queremos que eles promovam a nossa empresa nas mídias sociais, e não o contrário. Por isso, é muito importante analisar o perfil de cada cliente. Assim, podemos desenvolver ações de marketing e realizar uma abordagem em vendas muito mais efetiva.

Quer conhecer mais motivos para investir nesse tipo de conhecimento na sua empresa? A seguir, vamos mostrar cada um deles. Confira!

Permite realizar um marketing segmentado

É apenas depois de conhecermos o perfil de todos os nossos clientes que podemos realizar um marketing segmentado, em outras palavras, pautado nas necessidades individuais deles. Isso evita aquele tipo de campanha genérica, que quer agradar a todos, mas, no final das contas, acaba não sendo satisfatória para ninguém, justamente por não falar com nenhum público específico — só fala com uma ideia, ou seja, a noção do que seja o cliente.

Com a segmentação, você consegue muito mais sucesso e, dessa forma, aumenta o retorno sobre o seu investimento. Além disso, você reduz custos — ponto importante para qualquer empresa, em todos os seus setores — pois foca seus esforços de maneira mais específica. Eficiência na aplicação de recursos é tudo, quando pensamos no sucesso do marketing!

Analisar o perfil de cada cliente aumenta seu poder de persuasão

Você acharia mais fácil vender um produto para um amigo ou para um desconhecido na rua? Claro que para o amigo, não é verdade? Você conhece os gostos dele e sabe exatamente o que pode chamar sua atenção em um produto ou serviço. O mesmo acontece com a sua empresa: quando os vendedores conhecem os clientes, aumentam muitos as chances de concluir uma venda.

É justamente por isso que devemos analisar o perfil de cada cliente. Assim, com as informações obtidas, os vendedores podem realizar uma abordagem mais próxima, como se fossem verdadeiros amigos. Chamamos esse tipo de relação de rapport, que nada mais é do que a capacidade de entrar no universo do cliente para entendê-lo e, só então, persuadi-lo.

Essa é uma prática a ser aplicada tanto com seus clientes finais, a quem deseja vender seus produtos e serviços, quanto para seus clientes internos — como colaboradores e fornecedores. É preciso se preocupar em manter um excelente relacionamento com eles e maximizar sua parceria.

Possibilita criar métodos efetivos de fidelização

Lembra quando falamos no início do nosso post sobre o consumidor 2.0? Pois é. Como vimos, eles podem ser verdadeiros promotores da sua marca, mas, se você não fizer uma boa abordagem — principalmente em relação ao atendimento e às vendas — eles podem virar os detratores e falar mal da sua empresa para amigos e familiares. Para evitar esse problema, é fundamental trabalharmos na fidelização.

São inúmeras as ações que podem ser realizadas nesse sentido, desde os famosos programas de recompensas até descontos e promoções. Acontece que, para escolher a melhor alternativa, é fundamental analisar o perfil de cada cliente, para só então realizarmos uma abordagem que possa agradar o máximo de pessoas possível, destacando sua empresa no mercado.

Gostou do nosso post de hoje? Então acompanhe agora mesmo o nosso Facebook e fique por dentro de outras informações importantes como essa!

Publicidade Zorte

Comments

comments