Realizar uma boa gestão de fornecedores é uma das tarefas mais importantes que você desenvolverá no decorrer da sua atuação profissional. Além disso, inevitavelmente, dependerá do conhecimento e da habilidade de terceiros em relação a materiais, cuidados devidos e manutenção de equipamentos etc.

Obviamente, ninguém tem condições de saber tudo e tampouco há uma fórmula capaz de fazer com que os materiais necessários para o desenvolvimento do seu trabalho apareçam em um passe de mágica, razões pelas quais esses relacionamentos são essenciais para o sucesso do negócio a longo prazo.

Neste artigo, selecionamos excelentes informações para ajudar você a criar uma política de seleção, qualificação e desenvolvimento de fornecedores. Boa leitura!

Escolher os fornecedores mais apropriados

Se você pode se dar ao luxo de escolher entre vários fornecedores, reserve um tempo para examinar os pontos fortes e fracos de cada um. Determine qual pode oferecer o que a sua empresa precisa, respeitando prazos e tendo bons preços.

Avalie tudo — desde o tempo de resposta aos termos contratuais. Um bom relacionamento precisa de tempo para se desenvolve. Então, escolha fornecedores que apresentem as melhores chances de crescer ao lado do seu negócio.

Tanto o cliente quanto o fornecedor são responsáveis por manter uma boa relação. Aceite a responsabilidade pelo seu lugar no processo, reconhecendo que as suas decisões, atrasos ou mudanças no escopo dos pedidos impactam diretamente na capacidade do fornecedor de desempenhar um bom trabalho.

Compreender o seu negócio

A despeito de não ser obrigatório que você conheça cada nuance do modelo de negócios de um fornecedor ou seus procedimentos operacionais, ter um conhecimento geral de seus processos de trabalho auxilia a compreender melhor os seus valores.

Esse conhecimento também permite contextualizar os desafios enfrentados: isso é especialmente importante se o seu negócio opera com prioridades e prazos apertados, o que, por sua vez, requer grande flexibilidade.

Em outras palavras, se você entender por que um fornecedor pode dizer “não” será muito mais fácil se planejar com antecedência.

Publicidade Zorte

Preparar-se para eventualidades

Existem contingências diárias para as quais você deve se preparar. Há, também, grandes eventualidades, como, por exemplo, desastres naturais ou falhas de equipamentos críticos.

A maioria das contingências ocorre internamente, porém os seus fornecedores devem ter uma compreensão clara do que fazer, caso aconteça algo inesperado.

Investir em softwares de gestão de fornecedores

Isso é realmente importante para preservar a saúde mental de um gerente geral. O software de gestão de fornecedores se torna, cada vez mais, relevante à medida que vai crescendo o número de fornecedores com os quais você trabalha.

Ele pode ser usado para monitorar o desempenho do fornecedor e manter todos os detalhes em um só lugar, centralizando dados e informações relevantes.

É possível encontrar soluções que apresentam interface com sistemas de contabilidade, proporcionando uma experiência de trabalho eficaz para aumentar a sua produtividade e otimizar a gestão de fornecedores.

Gostou do nosso artigo? Quais ações você tem realizado em sua empresa para aprimorar o relacionamento com os fornecedores? Deixe um comentário no post e divida conosco as suas opiniões e experiências!

Comments

comments